Categorias
Decoração

Pintura de casas: Saiba como pintar um casa

Seja antes de vender ou alugar um imóvel, ou apenas para mudar um pouco o ambiente, pintar a casa é sempre uma opção viável. Além disso, a pintura consegue proteger o exterior da casa e embeleza o interior, dando um aspecto de relevo aos objetos e alterando a sensação de espaço que possuímos. As cores claras aumentam a luminosidade do ambiente, enquanto cores mais fortes, por vezes, conseguem tornar o ambiente muito mais aconchegante.

Viu? Só de pensar em pintura, várias ideias surgem. Por isso, dedicamos este post para trazer algumas dicas de como pintar a casa. São dicas profissionais que, embora bem simples, farão toda diferença no resultado final.

Preparando o ambiente para pintar

Após já ter verificado a previsão do tempo – o clima muito úmido faz com que a tinta demore muito mais pra secar –, comece limpando bem o ambiente. Se a parede estiver suja, use água e detergente. A água sanitária só será necessária em caso de mofo. E, para as casas com crianças, a dica é limpar as obras de arte feitas com canetinhas e lápis de cor com um pouco de álcool.

Com o ambiente limpo, comece forrando o chão com papelão – no lugar do plástico. Ele absorve melhor a tinta que cair e não gruda no é. É uma opção bem mais barata e sustentável. Com fita crepe, cubra os rodapés e as molduras das janelas, conferindo se estão bem grudadas. Na hora de pintar, comece pelo meio da parede e vá em direção aos rodapés. Assim, o pincel já não está tão cheio de tinta, garantindo que só a parede será pintada. Para os vidros, basta lembrar que uma espátula (de plástico) consegue retirar aquelas gotinhas, após secas.

E qual o resultado esperado? É preciso definir com antecedência se a intenção é uma cor brilhante ou opaca. Assim, é possível definir os materiais utilizados e calcular os custos do projeto. Ou seja, tenha em mente exatamente o que você quer fazer e estabeleça um plano. Garanta materiais de qualidade e economize – comprando tinta barata e de baixa qualidade, por exemplo, você terá tanto trabalho para finalizar e deixar a parede como quer, que a economia não compensará nem um pouco.

Fazendo bem-feito

Ninguém quer uma parede toda manchada, certo? As tintas, mesmo compradas da mesma cor e do mesmo fabricante, podem ter uma tonalidade um pouco diferente. Uma dica valiosa é misturar as tintas de latas diferentes em um mesmo recipiente. Assim, mesmo que elas tenham uma tonalidade diferente, o resultado final será bem uniforme.

Na hora de aplicar a tinta, use a técnica do W. Pintar em linha reta dá mais trabalho. Comece pintando como se estivesse escrevendo um W na parede. Depois repita o processo. Quando os W’s ficarem imperceptíveis, é sinal de que você pode passar para outra parte da parede.

Outra dica importante é: Faça as coisas na ordem certa. Sim, existe uma ordem certa – pelo menos, se você quer economizar tempo e dinheiro. Comece pelo teto e depois passe para as paredes. Em seguida, a região das portas e janelas. Os rodapés ficarão por último. Qual o sentido disso? É possível (e provável) que, ao pintar o teto, você suje as paredes. E assim por diante. É uma forma de evitar refazer

Toques finais na pintura da casa

Lembre-se: a segunda mão não é apenas para cobrir onde a tinta não pegou. Mais que isso, a segunda mão serve para acabar com quaisquer diferenças entre os cantos e o centro. Por isso, capriche bastante. E, com essas dicas, fica fácil pintar a casa e fazer um excelente trabalho. E nem é preciso ser um Van Gogh. Siga as dicas e solte a criatividade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *